Montagem EQ1 (tripé + montagem EQ1 + motorização) x Maksutov Cassegrain 90mm

Olá,

Neste artigo irei falar um pouco sobre a montagem que acompanhou meu telescópio Maksutov Cassegrain 90mm: foi uma montagem equatorial 1.

Lembro que no início das minhas pesquisas vi para vender este mesmo telescópio com a montagem altazimutal (chamada de virtuoso, que nada mais é do que uma montagem do tipo AZ, porém eletrônica), entretanto, optei por aguardar uma montagem do tipo EQ (equatorial), pois como pretendia tirar fotos, esta minimizaria meus problemas com o acompanhamento do astro e em um futuro, caso opte por aprofundar no campo da astrofotografia, terei alguma base neste tipo de montagem (que é obrigatória para quem deseja fotografar céu profundo).

Se você possui alguma dificuldade no entendimendo sobre as diferentes montagens existentes, recomendo que dê uma lida neste pequeno artigo:
http://www.telescopiosastronomicos.com.br/montagens.html

Para aprofundar seus conhecimentos sobre os tipos de montagens equatoriais (EQ1, EQ2, EQ3, etc), recomendo muito este artigo, bem completo:

http://armazemdotelescopio.com.br/…/Tutorial_MontagemEquato…

Apenas destaco o trecho sobre a EQ1 (a montagem que acompanha meu telescópio): “Entre todas as montagens equatoriais, a EQ 1 é a mais adequada para iniciantes por sua portabilidade e facilidade de operação. É perfeito para curtos e leves tubos ópticos e seus dois cabos de controle flexível permite o rastreamento preciso de objetos celestes. A EQ 1 é apoiada no tripé de alumínio com pés reguláveis e uma bandeja acessório, pode ser motorizada com um eixo simples para o rastreamento automático.”

Vale salientar que o que chamamos de “montagem”, na verdade, é a “engrenagem” que fica acima do tripé.

Primeiramente vamos falar sobre o tripé: o mesmo é feito de alumínio, com um ajuste de altura para cada “perna”, e todas presas por um apoio de ferro (local em que podemos – e devemos – colocar uma bandeja de plástico).

Ele até fica montado tranquilamente sem a bandeja, mas acredito que a mesma dê um pouquinho mais de estabilidade ao conjunto. O material é razoável, embora não chegue nem perto da qualidade e firmeza de uma montagem feita de aço inoxidável (embora montagens EQ5 geralmente utilizem tripé de aço, existem casos feito o da montagem EQ3-2 (e até EQ5 mesmo) que pode acompanhar tanto o tripé de alumínio como o de aço), mas em contrapartida, o de alúminio é um tripé extremamente leve e portátil.

Alguns dados do tripé (imagens em anexo):

Altura/tamanho: Retraído (0,70m) e estendido (1,30m).
Área que ocupa no chão (aberto): 1,00m x 0,80m
Peso: 1,44kg (1,5kg)

10422451_667528113393004_7349394475122858321_n (1) 11050119_667528123393003_1352774088203004025_n 11053435_667528156726333_961860828643595710_n 11082541_667528190059663_8980011257666389523_n

Pelas informações acima, observem que o mesmo é muito fácil de transportar.

Já em relação a Montagem (nome dado à estrutura que sustenta o tubo óptico, oculares, espelhos e outros acessórios que fazem parte do telescópio), como citado anteriormente, é bem indicada para iniciantes, pois dá a chance de aprender os fundamentos de sua utilização, como alinhamento, contrapesos, movimentos de declinação e ascenção reta, etc.

O material utilizado na EQ1 não é tão refinado quanto de suas irmãs EQ2 (embora nem veja tanta diferença entre uma e outra), EQ3-2 (aqui sim, já existe um refinamento bem mais notável, é recomendada inclusive para quem deseja iniciar astrofotografia de céu profundo), EQ5, etc. Mas se justifica pelo baixo custo e não deixa tanto a desejar.

Irei elencar algumas considerações que observei sobre esse conjunto até hoje:

– Conjunto (tripé + montagem) bastante leve e compacto: como moro em apartamento, a portabilidade para mim é ponto fundamental;
– Como um todo é resistente, exceto por alguns acabamento menores de plático: existe uma presilha que serve como “freio” quando soltamos o tripé para aumentar a altura, uma vez um desses “freios” quebrou, e a perna passou direto e caiu no chão, mas foi só colocar de volta e hoje em dia tenho que ficar esperto na hora de montar, para que ele não escape. Ainda não tentei colar a peça, mas sinceramente não chega a ser um problema;
– Ainda sobre a portabilidade: por vezes, transportei todo o conjunto montadinho no carro, só tirei a bandeja de plástico (para o tripé fechar), tirei o tubo e as manoplas, coloquei o conjunto no banco de trás do veículo, e ao chegar no destino, rapidamente montei;
– Como todo o conjunto montado fica leve, facilmente suspendo o mesmo (com um braço só), e carrego para todo lado;
– Um ponto bem negativo, que eu já tinha ciência quando comprei, é a estabilidade sofrível: quando utilizo para capturar imagens, geralmente monto o tripé recolhido, aí ele fica bem baixinho, mas dá um pouco mais de estabilidade ao conjunto. Lugares que ventam (nem precisa ser muito) fazem o conjunto tremer, e no caso de fotografias (onde uso um aumento elevado) isso atrapalha.
– Mesmo sem ventar, quando tentamos fazer um ajuste mais fino nas manoplas, mesmo para observação, o conjunto não possui um movimento tão fino, como o de uma EQ3-2 por exemplo, daí por vezes trepida um pouco;
– Baixa capacidade para itens mais pesados, como uma câmera DSLR, o contrapeso não é suficiente para manter o conjunto estável (se eu soltar o tubo, ele pende para o lado da câmera DSLR). Este problema é contornável, dando um apertão extra nas travas de declinação e ascenção reta…mas com aquele medinho de “torar” a trava, que não parece ser tão resistente (embora não tenha dado nenhum sinal de se romper até hoje);

Resumindo: como havia pesquisado bastante, não encontrei nenhuma surpresa, o conjunto apesar de não ser tão estável, não deixou de me atender em nenhum momento (observação, fotografia com câmera expanse e fotografia com câmera DSLR).

Existe outro detalhe que deve ser levado em conta, no que se diz respeito à custo: a motorização da EQ1 possui um custo bem inferior ao de uma montagem EQ3-2 para cima. Enquanto um motor de acompanhamento para EQ1/EQ2 custa menos de R$170,00 o da EQ3-2 custa em torno de R$600,00.

A motorização é bem simples de ser montada no conjunto (levo cerca de 1min para montar), e utiliza uma bateria do tipo 9v (aquelas quadradas), com uma duração razoável (desde que comprei o telescópio, em novembro, só troquei a pilha uma vez, no site do Armazém informa que possui uma duração de até 40 horas com a pilha de 9v), e é percepitivél quando a pilha vai acabando, pois o motor vai perdendo potência, até um ponto que não consegue mover o conjunto.

Temos a possibilidade de fazer adaptações para ligar em baterias maiores ou até na tomada, mas como o consumo é razoável, preferi ficar utilizando as pilhas mesmo. O acabamento é razoável, só devemos ter cuidado com os fios no momento da troca da pilha, mas após a caixinha estar fechada, o conjunto é até resistente.

Hoje utilizo muito o motor, dado o maior uso do meu telescópio para fotos, o que reafirma a razoável qualidade do kit para motorização.

Eu adquiri o meu kit no site do armazém do telescópio, por ser um item eletrônico, preferi um novo, já que teria direito à garantia, no caso de eventuais defeitos:

http://www.armazemdotelescopio.com.br/…/montagem/motorimd-e…

Senti falta de ajustes automáticos de velocidade, pois no caso deste kit, temos que ajustar a velocidade no “olhômetro”, através de uma pequena manopla que gira (para aumentar ou diminuir a velocidade), que com o tempo (e um pouco de paciência) você pega o jeito. O kit ainda possui um botão para setarmos as opções pólo sul ou pólo norte (no nosso caso, deixamos marcado pólo sul).

Bom, acho que já deu para dar uma ideia geral, qualquer dúvida ou sugestão de tópico que talvez tenha esquecido de citar, deixem nos comentários.

Caso alguém queira compartilhar a experiência com a montagem virtuoso, é só enviar mensagem inbox, e terá o texto compartilhado e dado os devidos créditos.

Até a próxima,

Edinaldo Oliveira

Anúncios

3 opiniões sobre “Montagem EQ1 (tripé + montagem EQ1 + motorização) x Maksutov Cassegrain 90mm”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s