Review do Refletor SkyWatcher 130mm EQ2

Olá,

A pedidos, hoje vamos fazer um review do telescópio Skywatcher 130mm utilizando uma montagem EQ2, que atualmente está sendo ofertado no site do armazém do telescópio:

http://www.armazemdotelescopio.com.br/loja/index.php/telescopios/skywacher130650eq2-detail

Lembrando que o mesmo pode ser adquirido usado, entretanto, devemos ter cuidado com o estado do mesmo, sempre é bom dar uma olhada antes de fechar negócio.

refletor130

De cara digo que é um bom telescópio para quem já possui alguma experiência na área, ou até para quem deseja iniciar na área e quer começar aprendendo a utilizar a montagem equatorial (lembrando que terá que aprender também a parte de colimação dos espelhos). Tive a oportunidade de utilizá-lo um pouco, e gostei bastante do que vi.

Não sabe o que é colimação? Recomendo a leitura deste artigo: http://www.telescopiosastronomicos.com.br/colimacao.html

Primeiramente vamos aos dados técnicos dos mesmos, com as respectivas vantagens e desvantagens, acessórios recomendados e algumas considerações pessoais.

analisar

Vamos analisar os dados básicos deste telescópio:

  • Modelo: Refletor Newtoniano
  • Diâmetro / Abertura: 130 mm
  • Distância Focal: 650 mm
  • Magnificação máxima: 260x
  • Razão Focal: F/5
  • Buscadora: Red Dot
  • Diâmetro focalizador: 1.25″
  • Peso do tubo: 3.66kg
  • Dimensões do tubo: 16×61.5cm3
  • Peso do conjunto: 22 kg

O conjunto acompanha duas oculares: de 10mm e 25mm, que ao meu ver, já dá para começar brincando bastante. Com a 25mm poderemos observar vários objetos de espaço profundo, como nebulosas, aglomerados e até algumas galáxias…talvez seja bom pensar em adquirir posteriormente (ou junto), uma ocular de 32mm.

Com a ocular de 10mm podemos arranhar um pouco em planetárias. A lua fica com um belo visual, mas sem muita aproximação, e brilhando bastante, por conta da baixa razão focal e abertura (talvez seja interessante investir em um filtro lunar), Júpiter e Saturno vão aparecer bem pequenos no visual. Assim, recomendo adquirir uma ocular de 6mm, que vai ter entregar uma ampliação de quase 110x.

Porque não citei nenhuma barlow? Simples: o objetivo da sua utilização é que vai determinar qual barlow utilizar.

foco

Para observação, é mais que recomendada a barlow 2,5x, que em conjunto com a ocular de 6mm te dará uma ampliação máxima por volta de 270x, que ainda é comportada pelo telescópio (que vai até 260x). No entanto, se pensa em utilizar uma câmera DSLR acoplada no telescópio, para astrofotografia, além do anel adaptador para sua marca de câmera DSLR, será necessário utilizar uma barlow 2x, pois este telescópio não consegue foco quando a câmera é utilizada em foco direto, e também não conseguirá foco com a barlow 2,5x.

Já com câmeras CCD’s este problema de foco não existe, por exemplo, pode utilizar uma expanse/ASI em foco direto e não terá nenhum problema em focar o objeto desejado. Caso queira saber mais sobre câmeras dedicadas, recomendo a leitura deste artigo: https://unidospelaastronomia.wordpress.com/2015/05/15/fotografar-planetas-com-webcams-ou-ccds-dedicadas/

Essa questão de não conseguir foco direto, para mim, é uma das grandes desvantagens deste telescópio, visto que com a utilização da barlow para consegui foco, diminuímos bastante o campo de visão (embora ainda seja possível registrar muitos objetos de céu profundo). Já para planetas, na verdade, isso até ajuda. Caso adquira uma câmera CCD, será melhor adquirir a barlow 2,5x.

Se a intenção for fotografar pelo método afocal, não precisa se preocupar com este problema da falta de foco.

Em relação à montagem, a mesma possui um refinamento um pouco melhor que a EQ1, mas nada comparada ao refinamento de uma EQ3-2, mas suporta bem o conjunto e cumpre seu papel de forma honesta, com a vantagem de poder incluir a motorização de forma bem mais barata que na EQ3-2.

Veja aqui sobre a motorização para EQ2: http://armazemdotelescopio.com.br/loja/index.php/montagem/motorimd-eq2-detail

Outra questão que você irá se deparar em algum momento será com a necessidade de colimar o conjunto de espelhos, e provavelmente deve ir pensando em adquirir um colimador, para te auxiliar nesta tarefa.

No próprio manual é possível encontrar orientações sobre como colimar o telescópio, veja aqui o manual traduzido: http://armazemdotelescopio.com.br/downloads/GENERAL_EQ1and2_PT-BR.pdf

Uma desvantagem é o peso do conjunto, que dá um pouco mais de trabalho para transportar, quando comparado à um Maksutov 90mm ou refrator de 70/90mm, mas também não chega a ser sofrível.

Em relação à buscadora Red Dot, acredito que atenda bem. Deixei uma comparação e comentários sobre ela neste outro artigo, assim, não vou me prolongar mais neste ponto: https://unidospelaastronomia.wordpress.com/2015/05/01/luneta-buscadora-com-lente-x-red-dot/

Pequeno comparativo com outros modelos:

Qual AirFryer comprar - Fritadeira Sem Óleo

Vejo que muitos possuem dúvidas geralmente entre este modelo e o Maksutov Cassegrain de 90mm ou o Virtuoso de 114mm, mais uma vez digo: não existe melhor ou pior, existe o que melhor se adapta aos seus objetivos.

O mak90mm possui alta ampliação, devido à sua razão focal de 1250mm, é bem fácil de transportar e aceita DSLR em foco direto, porém, para céu profundo, esta grande ampliação atrapalha bastante, pois objetos maiores não “cabem” no campo dele, além disso, o mesmo possui uma razão focal bem mais alta (F/14), que deixa a imagem bem mais escura que no refletor de 130mm (F/5). Além disso, devido à maior abertura (130mm x 90mm), e consequentemente maior captação de luz, conseguiremos imagens mais nítidas no refletor de 130mm.

A questão da distância focal pode ser contornada através de projeções, oculares menores, barlows, etc…assim , não creio que seja um grande problema, só será necessário investir mais em acessórios.

Em relação ao Virtuoso 114mm, vou apenas destacar a facilidade de uso: o virtuoso é computadorizado, pode inclusive ser ligado em um computador (via cabo USB ou bluetooth) para localização de objetos, além disto, o conjunto é bastante pequeno, facilmente transportado. Ou seja, se você quer algo prático e fácil de transportar, melhor ficar com o 114mm, apesar da menor abertura. Em contrapartida, a montagem do Virtuoso não é muito recomendada para fotografia de céu profundo (teoricamente não é recomendada, mas já vi registros razoáveis feitos com esta montagem, lembrando que criatividade vale muito na astronomia). Já com a EQ2 motorizada, conseguimos efetuar alguns registros com melhor qualidade.


DICA! Neste link você vai encontrar um review do Refrator 70mm, Maksutov Cassegrain 90mm e do Virtuoso 114mm:

https://unidospelaastronomia.wordpress.com/category/review/


Até a próxima,

Edinaldo Oliveira

Anúncios

6 opiniões sobre “Review do Refletor SkyWatcher 130mm EQ2”

  1. Edinaldo primeiramente queria lhe parabenizar pelos artigos! Estou com uma dúvida enorme entre adquirir o mak 90 mm ou o de 130 mm para astrofotografia planetária, com o mak 90mm obterei imagens mais ampliadas do que o de 130mm? Obrigada!

    Curtir

    1. Olá Márcia, obrigado pelo comentário e elogio.

      Sua dúvida é bem comum, eu mesmo tive ela quando fui adquirir o primeiro telescópio, e fiquei na dúvida entre o 130mm também.

      Você deve pensar no que pretende tirar do equipamento:

      1. Pensa em somente observar? Somente fotografar ou um pouco de cada? (Deu a entender que você só quer fotografar, no caso planetas…qual câmera pretende usar para isto?) – Já viu meu portifólio de fotos com o Mak90mm e câmera Expanse? -> Fotos
      2. Mora em apartamento? Casa? Onde montaria o telescópio para observações?
      3. Já teve algum contato com telescópio?

      Não sei se já leu, mas deixo a dica de um outro artigo que pode te ajudar bastante:
      Dicas e comentários sobre como adquirir o primeiro telescópio

      Responda as questões acima, talvez possa te ajudar melhor, ok?

      Fico no aguardo!

      Edinaldo

      Curtir

    1. Márcia, então…se quiser usar para astrofotografia, e se a varanda te propicia boas observações, pode ser uma boa migrar para o 130mm com uma barlow 2,5x.

      Veja algumas astrofotografias com este tele 130mm -> Fotos com refletor 130mm

      Pelo que vejo em alguns trabalhos, para planetárias, talvez tenha que utilizar algum extensor além da barlow, mas com um pouco de esforço e dedicação você terá bons resultados. Como é na varanda, o transporte não é um problema, talvez para observações e fotografias de espaço profundo, vai depender um pouco da poluição luminosa do local onde você mora. Inclusive já vi pessoas efetuarem registros de nebulosas com a expanse…legal né?

      Acho que não vai se arrepender, a única dificuldade pode ser a colimação, mas que com algum tempo e prática você desenrola…(quando precisar, que não será logo, visto que você só vai usar ele dentro de casa).

      A favor do mak posso só falar o seguinte: ele é pequeno e leve, carrego ele até pro telhado rsrsrs até hoje nunca verifiquei colimação dele, e provavelmente nem vou precisar (mesmo transportando ele no carro em estrada de terra), ele dificilmente pega colimação.

      Mas de uma coisa esteja certa: qualquer uma das opções te dará grandes alegrias.

      Boa sorte!

      Curtir

  2. Eu uso uma DLSR no meu 130mm junto com uma barlow de 2.5x, porém ela só da foco quando eu desrosqueio a parte metálica da barlow do corpo e prendo ela direto no adaptador da câmera.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s