Já ouviu falar sobre aluguel de telescópio remoto?

Olá,

Durante os últimos dias vinha pesquisando sobre algum telescópio de pequeno porte para astrofotografias de céu profundo, mas o único 114mm com montagem virtuoso que eu encontrei não me agradou muito (o estado do equipamento, valor e etc…sou meio exigente mesmo rsrsrsrs).

Foi quando percebi, em um grupo de astrofotografia, uma foto postada por alguém que alegou utilizar um telescópio remoto para fazer o registro, e isto me chamou bastante a atenção. Troquei uma ideia com o colega e logo depois fiz algumas pesquisas, e pude verificar que o aluguel de telescópio remoto já é algo que ocorre de forma bem frequente fora do Brasil.

v4webcams-i (1)

Bom, diante do alto custo de bons equipamentos, pensei em fazer alguns testes com estes telescópios remotos, e vou dar um breve relato sobre o que achei do serviço.

Primeiramente algumas considerações sobre o assunto:

  • Evidentemente que operar um telescópio remoto não tem a “mesma emoção” (ou sofrimento rsrsrs) de fazer o registro com o nosso próprio telescópio;
  • Ao contrário do que eu pensei inicialmente, estes telescópios remotos NÃO levam larga vantagem na qualidade da astrofotografia, ou seja, não pense que vai dar comandos e receber fotos do tipo hubble;
  • Aproveite para pesquisar sobre técnicas de processamento da imagem, com certeza você irá precisar, eu até o momento estou apanhando bastante, fiz uns três processamentos até o momento utilizando técnicas de HDR, mas não produz um bom resultado.

Vou falar apenas de três serviços com os quais tive contato, e detalhar mais sobre o que eu escolhi e estou testando.

Vamos começar pelo serviço mais simples, ideal para estudantes e iniciantes na astrofotografia, e que não querem dispender 1 real do bolso: Micro Observatório Remoto em Harvard.

MicroObservatory Telescope
MicroObservatory Telescope

Como utilizar?

  • Ao abrir o site, observe o botão no menu superior “Control Telescope“, clique nele.
  • Daí vai aparecer um catálogo com os objetos que podemos selecionar para fotografar (é a primeira limitação do serviço, só podemos aparentemente fotografar os objetos do catálogo dele). Clique no botão “observe“.
  • No próximo passo, informamos o nível de proximidade (Field of View), o tempo de exposição (Exposure Time) e o tipo de filtro (Filter Selection). Observe que ele emite um alerta sobre o tempo de exposição, informando se ficará subexposto, ideal ou sobreexposto, aí depende de seus propósitos.
  • Após isto, basta informar seu email para recebimento das fotos, idade (Age), sexo (Gender) e e localidade (State), aqui você marca “Outside US“. Pronto! É só aguardar. Inicialmente esperava que as fotografias demorassem para chegar, mas duas vezes que solicitei, as mesmas chegaram no outro dia no meu email (olhe sempre a caixa de spam).
Galáxia de Andrômeda - Messier 51. Tirada em MicroObservatory Robotic Telescope Network
Galáxia de Andrômeda – Messier 51. Tirada em MicroObservatory Robotic Telescope Network

Lá existe a possibilidade de download de uma ferramenta para edição e muito material, particularmente vou dar uma lida depois:

http://mo-www.cfa.harvard.edu/OWN/training.html

É um serviço bastante interessante, e pode ser o primeiro passo neste interessante universo. Acredito se tratar de uma boa ferramenta para colégios, já pensou você mesmo fotografar alguma galáxia? Legal!

Agora irei falar sobre outra empresa, e de longe acredito que seja a mais profissional e de melhor recursos, porém, a mais cara. Trata-se da empresa iTelescope.

ITELESCOPE SSO OBSERVATORY AUSTRALIA
ITELESCOPE SSO OBSERVATORY AUSTRALIA

Neste site existem vários planos disponíveis, que variam em preços, tempo e recursos.

Pelo que entendi, o plano Demo é gratuito e dá acesso para efetuar algumas astrofotografias com telescópios específicos ou puxar imagens de um catálogo. Ou seja, não se pode configurar ou planejar a sessão fotos. Podendo apenas escolher entre alguns objetos disponíveis no céu no momento (não me perguntem como, pois não utilizei).

Já os planos pagos permitem o planejamento da sessão de fotos, escolhendo dia, horário, objeto, filtros, tempo de exposição, quantidade de quadros etc. Inclusive com possibilidade de reserva de equipamento para a ocasião desejada.

Estão disponíveis três observatórios nas seguintes localidades: Novo México nos EUA, Nerpio na Espanha e New South Wales na Austrália.

Veja aqui toda a estrutura deles: http://www.itelescope.net/telescope-information

Os valores dos planos, mensais (que não é bem mensal na verdade), variam de USD 20,00 (Starter-Trial) a USD 1,000.00. Neste caso, não é um valor fechado por mês para um número de fotos, você compra pontos, que serão gastos durante a utilização, e estes pontos podem ser consumidos mais rapidamente ou lentamente, dependendo do telescópio utilizado (apenas para uma ideia, os USD 20,00 em um telescópio de 150mm, daria em torno de uns 25min de utilização), em telescópios maiores este tempo diminui bastante.

As sessões de observação (entenda como sessão de fotos) consomem pontos. E cada plano dá direito a uma quantidade de pontos.

Mais detalhes:

  • Os pontos são frações de horas de captura de imagem;
  • O tempo de planejamento, configuração e movimentação do telescópio para localização, focagem etc, não consome pontos (imagine querer fotografar objetos distantes entre si, esse tempo de movimentação do telescópio pode se tornar considerável);
  • O taxa de consumo dos pontos sofre varição de acordo com as fases da Lua. Eles usam um sistema de desconto. Quanto maior a luminosidade da Lua, menor a taxa de consumo de pontos. Variando de 0 a 50% de desconto, entre a Lua nova e cheia.

Os planos pagos dão acesso a todos os telescópios dos três observatórios, (há mais de um telescópio em cada observatório), incluindo planejamento e reserva.

Interface iTelescope
Interface iTelescope

Os equipamentos são acessados através de um sistema que executa diretamente no navegador, onde estão disponíveis os status de cada telescópio em cada observatório, indicando se estão em uso, reservados, em manutenção, indisponíveis por condições atmosféricas inapropriadas etc. (veja imagem logo acima)

Na página há também muitas outras informações necessárias e úteis para o planejamento de uma observação, como: hora local dos observatórios, dados meteorológicos detalhados e até mesmo imagens locais do céu, através de uma câmera com lente grande angular apontada para o zênite.

Suporte:

  • Existem disponíveis diversos tutorias (em inglês), com dicas que vão desde a utilização do sistema, passando pela configuração do Stellarium e até como conseguir boas fotografias;
  • Suporte 24h x 7, que analisa as solicitações de reembolso de pontos rapidamente, quando justificadas.

Mesmo sem utilizar o sistema, apenas dando uma olhada rápida, de cara essa seria a melhor opção, mas gastar pelo menos USD 20,00 por mês não é tão atraente, ainda mais nesse período de dólar no espaço (viu o trocadilho? meio sem graça mesmo rsrsrs), além do fato de possuir um tempo muito restrito.

E pesquisando mais um pouco, eis que surge o BradFord Remote Telescope (BRT),  da universidade de BradFord, diretamente de Santa Cruz de Tenerife, Espanha (anote aí o local para inserir no seu Stellarium).

Bom, para começar o valor de 3 Euros por mês sem limite de fotografias me pareceu bem mais atrativo, mas nem tudo são flores: Só existe um telescópio, e o tempo do mesmo é bastante disputado, entre alunos e pesquisadores. Sim, eles só possuem um telescópio para todos.

Interessante notar que eles possuem um site exclusivo para escolas: http://schools.telescope.org/

Observatório Bradford
Observatório Bradford

O site é bem amigável, possui inclusive uma tradução para português de Portugal para a página principal, alguns aplicativos simples e um suporte razoável. No entanto, pelas pesquisas que fiz e pelo que o próprio site alega, o tempo médio de uma fotografia é de uma semana, podendo vir antes, embora no fórum vi pesquisadores falando de prazos maiores (por volta de três semanas). Para minha sorte, consegui algumas das fotos que solicitei no dia seguinte, outras estão lá na lista ainda.

O legal é que lá do site mesmo, podemos ver o observatório através de várias webcams, possuímos informações sobre tempo, temperatura, fila de espera, lua, etc etc…realmente não deixa nada a desejar.

Site BRT
Site BRT

O suporte se dá via e-mail ou fórum. O fórum vem se mostrando uma ferramenta bem interativa, já que o tempo de resposta não é demorado (tive respostas em menos de uma hora, e a mais demorada foi de um dia, realmente existe uma boa moderação por lá).

E o que temos direito com estes 3 Euros por mês (pagos via Paypal)?

  • Utilização do telescópio sem limitação de tempo/fotos: temos direito de uma fila de solicitação de até dez fotografias, na medida que algumas ficam prontas, podemos solicitar mais (sempre com o limite de dez fotografias);
  • Essas fotografias solicitadas vão disputar vagas com outras solicitações. Tudo é gerenciado via software, sem qualquer intervenção humana, e geralmente fotografias mais “corriqueiras” vão para o topo da fila mais rapidamente. Bom, corriqueira se entenda como uma galáxia de Andrômeda, Triângulo ou nebulosa do Véu, dentre várias solicitações, estas chegaram no outro dia…dei sorte!! Já as outras ainda estão lá na fila. Mas vejam que em uma noite consegui cinco fotos (já que andrômeda foram 3 exposições), não foi nada ruim, não acha?;
  • Podemos acompanhar a fila pelo botão “Job Queue

Quando a imagem é disponibilizada, existe a possibilidade de dar uma editada nela, via software online do próprio site, assim, podemos fazer pequenos ajustes na imagem, antes de fazer o download da mesma.

Interessante lembrar que se o equipamento apresentar defeito, ainda pagaremos a taxa normalmente durante o mês. Percebi que eles sempre nos deixam informados de possíveis manutenções. Lembrando também que podemos cancelar a conta a qualquer momento.

E qual é o equipamento disponibilizado para utilização?

Telescópio BRT
Telescópio BRT
  • Schmidt-Cassegrain Celestron C14 tubo óptico. 3.910 milímetros de comprimento focal, 355 milímetros de abertura em f / 11. Um redutor focal Celestron dá uma distância focal efetiva de 1,877 milímetros em f / 5.3;
  • Câmera CCD: FLI MicroLine equipado com um E2V CCD47-10. 1k x 1k pixels, cada 13um quadrado. Classe 2;
  • The 16mm lens (Constellation Cam) is on an FLI MaxCam CM2 with an E2V CCD;
  • The 180mm lens (Cluster Cam) is on a newer FLI MicroLine.

Veja aqui a especificação completa: http://www.telescope.org/infopage.php?title=Tenerife_Telescope_Hardware

Este tipo de equipamento, caso fosse adquirir, me custaria alguns reais (bastante reais para falar a verdade rsrsrsrs), estou encontrando algumas dificuldades para fotos de galáxias maiores (a própria Andrômeda e nebulosa do véu não couberam bem  dentro do campo), mas ainda estou pegando o jeito do equipamento.

Para solicitar as fotografias o sistema é bem simples:

  • No menu lateral vá em “Use Telescope“;
  • Digite o nome do objeto (ou coordenadas, caso por exemplo queira fotografar uma região específica do céu. Digamos que você seja um caçador de meteoros ou amante de estrelas binárias). Existe ainda a possibilidade de clicar em um catálogo sugerido;
  • Automaticamente ele informa os dados do objeto e se é possível efetuar o registro, se está em um período bom e se a lua vai atrapalhar;
  • Tipo de câmera que será utilizada (Galaxy Camera, Cluster Camera e Constellation), ao lado ele mostra a proporção do campo que será fotografado;
  • Na próxima tela informamos se vamos querer a fotografia colorida, preto e branco, quais filtros utilizar e o tempo de exposição (uma barrinha com o tempo fixo disponível, não dando muita margem para ajustes mais finos – a não ser dentro da faixa que eles liberam, bastando clicar no botão “custom“.)  Até questionei o tempo de exposição, se não poderia ser maior, mas informaram que por questões de alinhamento e tempo de utilização, este tipo de ajuste poderia ser mais prejudicial do que benéfico, e com certa razão;
  • Na opção “Advanced”, podemos informar se desejamos um dark frame, fazer alguma anotação e informar um prazo para expirar a solicitação;
  • Após isto, basta submeter a solicitação e confirmar. Ela vai entrar no seu slot de 10 espaços.
  • Ainda no menu lateral, na opção “Pedidos”, você vai ver suas solicitações lá. A interface parece muito com um cliente de correio eletrônico, bem fácil de utilizar.

E quanto à utilização da imagem que fotografamos?? O direito de uso?

Bom, conforme podemos verificar lá, a publicação da imagem em qualquer meio que não seja comercial é totalmente liberada, desde que coloquemos também o nome da Universidade de BradFord. Para a utilização comercial, é necessário entrar em contato com eles, afinal, eles são o proprietário da imagem. Para astrofotógrafos amadores isto não é problema: basta sempre lembrar de colocar seu nome e o deles lá.

Can I use observation images from the BRT for ……..?

The copyright for all images produced by the BRT remains with the University of Bradford. However, use on/in web sites, magazines or similar publications is acceptable as long as the Bradford Robotic Telescope is credited on or near the image.

Maiores dúvidas, consulte o FAQ deles: http://www.telescope.org/faq.php

Vejam algumas imagens que capturei com o telescópio, ainda estou no aguardo de outras:

nebulosa do veu

andromeda

triangulo

Fiz um tratamento básico nas fotos, visto que baixamos elas “cruas”, no entanto, ainda apanho bastante no processamento de céu profundo…espero melhorar com o tempo.

DICA!!! Interessante lembrar que se você solicitar o mesmo objeto, com 3 exposições idênticas, eles vão te enviar a mesma foto, já que não faz sentido (para o sistema) tirar outras fotos idênticas, pois todas serão “iguais”. Assim, para contornar isto, altere o tempo de exposição em todas, nem que seja 1 segundo de diferença.

Lá ainda você encontrará uma galeria de fotos, pode comparar sua foto solicitada com outras, etc etc…e tudo de forma muito simples.

Provavelmente deixei escapar alguma coisa, qualquer dúvida é só postar aqui nos comentários, caso eu saiba a resposta já dou uma ajuda.

Até a próxima,

Edinaldo Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s