Conceito geral sobre a astrofotografia

Olá,

Podemos dizer que a astrofotografia é uma área, ou ramo, da fotografia, na qual o objetivo é registrar objetos celestes.

A astrofotografia é praticada tanto de forma amadora como de forma profissional, embora algumas vezes seja difícil conceituar a linha que separa o amador do profissional. Nesta área, nosso objetivo é fotografar eventos e/ou objetos relacionados ao espaço, como planetas, nebulosas, galáxias, satélites, etc.

SISTEMA04

Este ramo da fotografia, apesar de possuir um enfoque estético e artístico, muitas vezes contribui de forma valorosa com a ciência, e isso é muito interessante. O enfoque do presente curso é dar a possibilidade de começarmos a fazer registros do céu noturno, apenas com o aspecto artístico da fotografia, sem adentrar em teorias da astronomia desnecessárias, inicialmente, para esta prática, nos possibilitando iniciar nossa carreira nesta maravilhosa área da fotografia sem as amarras pesadas da astronomia, apenas com a intenção de contemplar o céu e registrar suas maravilhas.

De qualquer forma, esse campo da fotografia nos instiga a conhecer mais e mais sobre os objetos que estamos a registrar, o que de certa modo resgata em nós uma vontade de conhecer cada vez mais o universo que nos rodeia, e se seguir no caminho certo, ainda ganhamos de bônus um senso mais crítico sobre tudo, pois olharemos mais habitualmente à luz da ciência.

introducao01

A astrofotografia pode ser definida em três categorias:

  • A astrofotografia de céu profundo;
  • A astrofotografia do sistema solar;
  • A astrofotografia de paisagens com elementos do céu diurno ou noturno. Podem ser chamadas de fotografia de grande campo ou Skyscapes.

A astrofotografia de céu profundo engloba fotografias de nebulosas, enxames de estrelas, galáxias, cometas e objetos distantes, alguns imperceptíveis à olho nú, ou que necessitam de um céu longe de poluição luminosa. Esta área é a que possui uma maior exigência e dependência de equipamentos, além de ser a área que considero mais complexa da astrofotografia, então, se decidir por esta área, esteja pronto para horas de estudos e disponibilidade de um bom investimento em equipamentos.

A astrofotografia do sistema solar engloba fotografias de objetos localizados em nosso sistema solar (óbvio), como a Lua, o Sol e demais planetas, com foco em Vênus, Marte, Júpiter e Saturno. Neste ramo, a exigência de equipamentos se torna menor, e com um orçamento mais modesto, podemos conseguir nossos primeiros resultados satisfatórios, mas claro, à medida que investimos mais, os resultados também são melhores, ainda continuamos de certa forma com a exigência de investimento x resultado. Esse tipo de astrofotografia também nos introduz conceitos que podem ser ampliados para a astrofotografia de céu profundo.

Por último, mas não menos interessante, temos a astrofotografia de grande campo, cujo conceito é relativamente novo. Nesta área, visamos a junção de elementos terrestres com os elementos celestes, ou seja, unimos, em uma só composição, o céu e a Terra. Para este tipo de astrofotografia, o investimento em equipamento é menor, inclusive com a vantagem de ser versátil, já que usaremos uma câmera fotográfica (de preferência DSLR), que pode ser utilizada em outros tipos de fotografias.

Gostou do assunto?? Isto é apenas uma introdução, para aprender mais, conheçam a EPA – Escola Pública de Astrofotografia.

Até a próxima,

Edinaldo Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s