Arquivo da categoria: Observações

Eclipses: Solar e Lunar

ECLIPSES: SOLAR E LUNAR

Um eclipse resulta da ocultação temporária, total ou parcial, de um astro pela interposição de outro objeto celeste entre este e o observador (como é o caso do eclipse do sol), ou pela entrada desse objeto celeste na sombra de outro (como é o caso do eclipse da Lua).

Durante o eclipse solar, duas áreas bem definidas são projetadas na superfície terrestre: a umbra e a penumbra. Confira o modelo esquemático a seguir:

SISTEMA01

A área umbral, ou seja, a área na qual a umbra se apresenta, é onde se manifesta o eclipse de forma total, onde fica totalmente escuro durante o eclipse. Já a área penumbral é aquela onde o eclipse ocorre apenas parcialmente, com uma breve sombra.

Continuar lendo Eclipses: Solar e Lunar

Anúncios

Lua Cinérea ou Earthshine Lunar

Olá,

Um a dois dias depois da Lua Nova ocorre um evento chamado luz cinérea, cujo termo em inglês entrega sua verdadeira origem: earthshine (brilho da Terra). Há 500 anos este fenômeno foi descrito e desenhado por um conhecido artista italiano de múltiplas habilidades: Leonardo da Vinci.

A luz cinérea acontece poucos dias antes e depois da Lua Nova, quando a maior parte do hemisfério noturno da Lua está voltado para nós. Como a Terra reflete muito mais luz do Sol que a Lua, nosso planeta acaba iluminando seu satélite por reflexão. E embora essa luz seja muito mais fraca que a solar, a porção escura da Lua acaba se tornando visível por contraste.

SISTEMA08
BATE E VOLTA O Sol ilumina a Terra, que reflete parte dessa luz. A luz refletida atinge a Lua, iluminando levemente sua face escura, mas parte dela é enviada de volta, e nós enxergamos uma luz cinzenta. Gravura: ESO e L. Calçada. Fonte: Costa, J. R. V. O brilho de da Vinci. Astronomia no Zênite, jan 2015.

Continuar lendo Lua Cinérea ou Earthshine Lunar

Solstícios, Equinócios e a astrofotografia

No decorrer do ano, o movimento de translação da Terra (movimento que a Terra, ou um planeta, executa em torno do Sol de forma elíptica. Esse movimento influencia nas estações do ano) parece provocar lentamente uma espécie de dança do Sol na esfera celeste.

Observe que em alguns meses o Sol está em uma janela e em outros é possível ver ele se pondo de outra janela ou da varanda. Enquanto esta dança do Sol vai ocorrendo ao longo dos 365 dias do ano, outras danças ocorrem, como por exemplo a Lua, que, no seu movimento de translação em torno do nosso planeta, vai nos mostrando diversas fases, desde uma discreta aparição à iluminação total na noite.

SOLSTÍCIOS E EQUINÓCIOS

A inclinação do eixo de rotação da Terra, aliada ao seu movimento de translação, interfere na quantidade de incidência de raios solares recebidos na superfície terrestre. Como resultado, têm-se a existência das estações do ano (Primavera, Verão, Outono e Inverno) e uma diferença na duração dos dias e das noites, ao longo do ano.

Continuar lendo Solstícios, Equinócios e a astrofotografia

Reconhecimento do céu e o uso de aplicativos

RECONHECIMENTO DO CÉU—AS CONSTELAÇÕES

Apesar das diversas tecnologias que nos auxiliam no reconhecimento do céu, é importante conseguir fazer o reconhecimento a olho nú. Este reconhecimento vai auxiliar na tarefa de localizar planetas, constelações, equador celeste, galáxias, nebulosas, etc.

Embora inicialmente possa parecer uma atividade difícil, quando começar a observar com mais atenção, verá que existe um certo padrão no céu. Algumas constelações serão mais fáceis de localizar, outras nem tanto.

TÉCNICA NA IDENTIFICAÇÃO DAS PRINCIPAIS CONSTELAÇÕES

Constelação é qualquer um dos 88 grupos imaginados de estrelas que aparecem na esfera celeste, e que têm nomes de figuras religiosas ou mitológicas, animais ou objetos. O termo também se refere às áreas delimitadoras na esfera celeste que contêm os grupos de estrelas.

Continuar lendo Reconhecimento do céu e o uso de aplicativos

Perfil Altimétrico da nossa Lua: conheça a ferramenta QuickMap Act-React.

Olá,

Hoje trago uma ferramenta extremamente útil para observadores, estudiosos e astrofotógrafos da nossa Lua: a ferramenta QuickMap Act-React (NASA). Mas o que ela faz?

O que ela faz de mais “básico” é o perfil altimétrico da Lua, mas o que seria isso?

Após a leitura do relevo lunar através do altímetro a laser da sonda lunar robótica americana LRO (Lunar Reconnaissance Orbiter), foi possível obter um modelo “topográfico” lunar e uma grade geodésica*  possibilitando assim a geração da ferramenta “Path” do QuickMap Act-React, que é disponibilizada para qualquer um através do site: http://target.lroc.asu.edu/q3/

* Num plano de duas dimensões, a geodésica é a menor distância que une dois pontos tal que, para pequenas variações da forma da curva, o seu comprimento é estacionário. A representação da geodésica em um plano representa a projeção de um círculo máximo sobre uma esfera. Assim, tanto na superfície de uma esfera ou deformada num plano, a reta é uma curva, já que a menor distância possível entre dois pontos somente poderá ser curvada, pois uma reta necessariamente precisaria, permanecer sempre num plano, para ser a menor distância entre pontos. – Wikipédia

quickmap
QuickMap Act-React da NASA

Ao acessar a página (imagem acima), aumente o mapa (zoom) usando o ícone “+” no canto superior esquerdo da tela ou vá dando duplos cliques sobre a região de interesse, com isto, a região vai dando um zoom e destacando a área que é de seu interesse.

Continuar lendo Perfil Altimétrico da nossa Lua: conheça a ferramenta QuickMap Act-React.

Para que serve uma lente Barlow?

Olá,

Hoje vou falar sobre um acessório que acredito ser indispensável para os astrônomos e astrofotógrafos amadores: uma lente barlow.

Lente Barlow
Lente Barlow

Mas para que serve esse acessório? O mesmo pode ser utilizado para gerar um aumento na distância focal do seu telescópio. O acessório é formado por uma lente divergente ( cromática, acromática ou apocromática ), por esta razão, é de suma importância verificar a qualidade da mesma, visto que ela estará diretamente ligada ao resultado final da qualidade de sua imagem.

Continuar lendo Para que serve uma lente Barlow?

O que é a poluição luminosa? E porque ela é tão ruim para a astronomia?

Olá,

Hoje vamos falar sobre um assunto que atrapalha bastante os astrônomos (amadores ou não), independente do equipamento utilizado, a poluição luminosa é um grande vilão dos astrônomos e astrofotógrafos. Mas o que seria essa poluição luminosa (PL), e como ela pode nos atrapalhar tanto?

Você reconhece as cidades abaixo? Estão totalmente livres da poluição luminosa:

Em cima, imagem de como seria a noite no Rio de Janeiro se todas as luzes fossem desligadas. Na imagem de baixo, o mesmo para São Paulo. Créditos: Thierry Cohen.
Em cima, imagem de como seria a noite no Rio de Janeiro se todas as luzes fossem desligadas. Na imagem de baixo, o mesmo para São Paulo. Créditos: Thierry Cohen.

Pois é…que diferença! Para conhecer mais sobre esse trabalho, acesse a página sobre a série intitulada “Darkened Cities” (Cidades escurecidas): http://thierrycohen.com/index.html

Continuar lendo O que é a poluição luminosa? E porque ela é tão ruim para a astronomia?

Dicas de como adquirir equipamentos diante da crise

Olá,

Hoje vou dar algumas dicas de onde pesquisar equipamentos para astronomia, visto que os preços subiram bastante após a alta do dólar, e adquirir aquele tão sonhado telescópio ou acessório ficou um tanto mais complicado.

img-297444-arte-rodrigo-sicuro

O site geralmente mais citado para compra de equipamentos novos é o Armazém do Telescópio, e com justiça: até pouco tempo, por conta do menor valor do dólar, não tinha muito o que comparar entre o valor de um equipamento novo e usado, visto que a diferença de preço era pequena (sendo que o novo podia ser parcelado e tem um ano de garantia).

Continuar lendo Dicas de como adquirir equipamentos diante da crise

Review do Refletor SkyWatcher 130mm EQ2

Olá,

A pedidos, hoje vamos fazer um review do telescópio Skywatcher 130mm utilizando uma montagem EQ2, que atualmente está sendo ofertado no site do armazém do telescópio:

http://www.armazemdotelescopio.com.br/loja/index.php/telescopios/skywacher130650eq2-detail

Lembrando que o mesmo pode ser adquirido usado, entretanto, devemos ter cuidado com o estado do mesmo, sempre é bom dar uma olhada antes de fechar negócio.

refletor130

Continuar lendo Review do Refletor SkyWatcher 130mm EQ2

Quer investir pouco para iniciar na astronomia observacional? Um Skywatcher refrator 70mm AZ2 pode ser a solução.

Olá,

Resolvi fazer este post justamente para atender uma demanda que escuto bastante: quero comprar um telescópio para observar o céu, mas tenho pouco dinheiro (ou não quero investir muito agora), o que devo comprar? E aproveitando, vamos fazer um review do telescópio refrator 70mm da Skywatcher.

refrator70mm

Continuar lendo Quer investir pouco para iniciar na astronomia observacional? Um Skywatcher refrator 70mm AZ2 pode ser a solução.